Clique para ligar

(16) 3711-6666

< Voltar

Medicina Preventiva - Saúde - Estresse


Leia e relaxe.

No mundo todo, o estresse já se tornou uma rotina. É muito comum uma pessoa dizer que está estressada, cheia de coisas para fazer e sem tempo para nada. É um problema que afeta milhões de pessoas e que acaba prejudicando a saúde, o trabalho e até os relacionamentos pessoais.

O que causa?

Trabalho em excesso, viagens, perdas, estudos, pressões, fracassos, sucesso. Sucesso? Isso mesmo. Até mesmo uma felicidade em excesso pode causar o estresse.

Isso não quer dizer que você não pode ser feliz. Muito pelo contrário. Alguns especialistas asseguram que, em pequenas doses, o estresse não faz mal. É até necessário para nos dar um impulso, uma motivação extra.

Seus efeitos nocivos estão muito mais relacionados às experiências desagradáveis. E quanto mais prolongadas forem essas situações, maiores serão as probabilidades de aparecerem as consequências negativas do estresse.

E o organismo?

Para o nosso organismo, o estresse é uma situação de perigo. Então o que ele faz? Arma-se.

Lança no sangue uma série de hormônios, como a adrenalina e o cortisol. Só que chega uma hora em que o organismo fica debilitado.

Então surgem as primeiras consequências do estresse: distúrbios intestinais, queda de cabelo, dores de cabeça, irritabilidade, dores musculares e aumento da pressão arterial.

Quais as consequências?

Como evitar?

Cuide-se! Como é praticamente impossível deixar de lado todos os nossos compromissos, aqui estão algumas dicas que podem ajudar a melhorar nossa qualidade de vida:

Quais os sintomas?

  • Tenha consciência de todos os seus valores, objetivos e capacidades.
  • Evite aborrecimentos e brigas inúteis.
  • Tente reorganizar seu tempo.
  • Tenha uma alimentação saudável.
  • Valorize as pequenas vitórias.
  • Não deixe de lado seus relacionamentos.
  • Evite cigarros e bebidas alcoólicas.
  • Pratique exercícios regularmente.
  • Procure cumprir as oito horas de sono recomendadas.
  • Férias uma vez por ano também ajudam.
  • E lembre-se: lazer é fundamental, por isso divirta-se!
  • Problemas de apetite

Considerações finais

Além dos aspectos ergonômicos e dos cuidados posturais dos quais falamos, vale lembrar que é muito importante realizar pequenas pausas na execução das tarefas, além de alternar a posição sentada com a em pé.

Lembre-se de que a saúde do trabalhador não pode ser dissociada de seus hábitos diários e estilo de vida.

Fonte: Unimed Ribeirão
Planeta Unimed