Clique para ligar

(16) 3711-6666

< Voltar

Medicina Preventiva - Saúde - Tabagismo


Não deixe esse assunto no ar.

O tabagismo é uma das principais causas de morte evitável.Tabagismo

O vício

Quase todos os fumantes tiveram o primeiro contato com o vício na adolescência, entre 12 e 20 anos, deixando-se levar pelos seguintes fatores:

O cigarro

Extremamente prejudicial à saúde, o cigarro é a forma mais disseminada do tabagismo. Contém cerca de 4.720 substâncias tóxicas e, dessas, 70 são cancerígenas.

As principais substâncias tóxicas presentes no cigarro são: monóxido de carbono, amônia, cetonas, formaldeído, acetaldeído, acroleína, nicotina e alcatrão.

Vale ressaltar que todas as formas de utilização do tabaco são prejudiciais à saúde, o que inclui: cigarro, cachimbos, charutos, rapé e mascado.

A nicotina

A nicotina é o componente responsável pelo vício. Ela atua como um estimulante do sistema nervoso. Substitui uma substância natural produzida pelo organismo, que transmite as informações entre os neurônios.

Enquanto fuma, a pessoa tem a sensação de prazer e bem-estar. Por ser passageira, essa sensação gera ansiedade e mal-estar, o que leva a pessoa a sentir a necessidade de consumir outro cigarro.

Cria-se então uma dependência orgânica e psicológica pelo fumo. Cem cigarros fumados são suficientes para causar dependência.

Prejuízos ao corpo e à mente

A nicotina afeta e compromete vários órgãos do corpo humano, como o nariz, boca, cérebro, pulmões, aparelho reprodutor, laringe, coração, aparelho digestivo, bexiga e rins.

O cigarro também aumenta a probabilidade de a mulher desenvolver a osteoporose, compromete a circulação sanguínea, aumentando o risco de trombose, doenças vasculares e inflamação dos vasos, além de causar depressão, irritabilidade, dificuldade de concentração, insônia e impotência sexual.

Também provoca tosse crônica, mau hálito e odores desagradáveis, perda da resistência física e imunológica, perda de peso e aparência envelhecida.

Riscos de fumar

Os fumantes têm

Fumantes passivos

Ao aspirarem a fumaça do cigarro, os não fumantes sofrem os mesmos efeitos prejudiciais dos fumantes. As crianças são seriamente prejudicadas, sofrendo um grave risco de desenvolver doenças pulmonares.

Cigarro e gravidez

Perdas econômicas

Benefícios ao parar de fumar

Tratamento


Fonte: Unimed Ribeirão
Planeta Unimed